Nova York 44 graus

Por conta da onda de calor que atingiu os Estados Unidos e matou mais de 20 pessoas, Nova York ficou em estado de alerta. Autoridades aconselharam os moradores a procurar refúgios com ar-condicionado e anunciaram que os centros de resfriamento terão horário estendido. Espalhados pela cidade, os hidrantes ficaram disponíveis como fontes de água potável para evitar a desidratação em massa, mas alguns eventos acabaram sendo cancelados.

Na quinta-feira (21), os termômetros registraram temperatura de 33°C e a combinação do calor com alta umidade elevou a sensação térmica para 44°C. A companhia de energia Con Edison afirmou que o uso de pico de energia elétrica alcançou um novo recorde em 2011 e lembrou sobre a importância de economizar eletricidade.

Os moradores de NY nem podem pensar em blecaute. Em agosto de 2003, um apagão parou a cidade durante mais de 24 horas. Três anos depois, no verão de 2006, parte do Queens ficou no escuro por alguns dias. Em 2007, no mesmo período do ano, uma tempestade danificou um transformador, deixou alguns bairros no breu e interrompeu o serviço de várias linhas de metrô.

Calor1 917x1024 Nova York 44 graus

A onda de calor em Nova York mudou a rotina dos moradores. (Fotos: Simone Duarte)

Calor2 1024x1016 Nova York 44 graus

Cartaz avisa que evento foi cancelado por causa das altas temperaturas.

Anúncios